Estudantes desenvolvem plataformas digitais de promoção à saúde
29 de julho de 2019 Notícias, Portal , , ,
destaque

O som das teclas sendo continuamente pressionadas, tão incomum às aulas de Educação Física, ditava um novo ritmo de aprendizagem. Afinal, utilizando a tecnologia para construir o próprio conhecimento, os estudantes matriculados na 2ª e na 3ª Série do Ensino Médio foram desafiados a desenvolver websites e aplicativos voltados à promoção de hábitos saudáveis.

Aplicativos de saúde - Colégio Notre DamePara isso, dispuseram dos recursos oferecidos pelo Laboratório de Informática do Colégio Notre Dame – espaço no qual, em 5 de julho, testaram as ferramentas criadas e publicaram conteúdos elaborados a partir de orientações de profissionais que atuam na área da saúde.

Após dedicarem-se à primeira etapa do projeto, os adolescentes, então, voltaram-se à organização de palestras acerca das temáticas abordadas nas suas plataformas, de modo que o conteúdo, já aprofundado para ser disponibilizado por meio das telas, fosse exposto aos colegas por especialistas.

Aplicativos de saúde - Colégio Notre DameConvidada pelos adolescentes, a nutricionista Rafaela Lesseux destacou, em 16 de julho, os benefícios de se manter uma alimentação equilibrada, alertando os estudantes a respeito dos transtornos alimentares mais comuns e da importância de buscar acompanhamento profissional. Na mesma data, os educadores físicos Rafael Bergonsi e Ádara Zulianello salientaram, especialmente, o potencial benéfico do Crossfit – treinamento que une levantamento de peso olímpico, ginástica, atletismo e outras modalidades, em atividades de alta intensidade.

Aplicativos de saúde - Colégio Notre DameO incentivo à prática de exercícios inspirou, igualmente, a fala da educadora física e atleta da equipe de voleibol BSBios/UPF, Jordana Jandrey. As orientações indicadas pela profissional, em 19 de julho, foram complementadas por aquelas fornecidas pela nutricionista Gabriele Botesini, que assinalou a necessidade de aliar a atividade física a uma alimentação equilibrada, rica em nutrientes. Por fim, os educandos prestigiaram a palestra da farmacêutica e especialista em nutrição esportiva, Carolina de Almeida, que, além de evidenciar a relação entre alimentação e fortalecimento muscular, compartilhou suas experiências como atleta de fisiculturismo.

Após o recesso escolar, os estudantes darão continuidade ao projeto, disponibilizando os websites e aplicativos para acesso público, o que, conforme a docente de Educação Física, Elisangela Alessio Rubert, objetiva que o incentivo à busca pelo bem-estar físico e emocional transcenda os limites da escola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>